Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Niilismo’ Category

Nunca fui fã do programa Pânico na TV. Para falar a verdade, nunca assisti um episódio sequer; o tipo de entretenimento a que se propõem não me atrai e prefiro usar meu precioso tempo jogando videogames ou assistindo anime. Por isso, não dei muita bola quando fiquei sabendo que eles “invadiram” o funeral da Amy Winehouse, já que fazem isso o tempo todo e, aparentemente, seu público acha isso muito engraçado. Mas, desta vez, críticas e mais críticas começaram a pipocar, alegando que eles teriam “faltado com respeito” pela falecida. Acho isso curioso, por dois motivos: primeiro, a morte de qualquer celebridade já é um circo de qualquer maneira, explorado até a medula por todos (tanto que até venderam ingresso pro funeral do Michael Jackson) e ninguém acha isso errado; segundo, todos batem palmas quando eles fazem o mesmo em outros eventos, muitas vezes constrangendo diversas pessoas, mas se ofendem se o alvo é alguém que já está morto e, nessa condição, se importa bem menos com a brincadeira do que as vítimas vivas. (mais…)

Read Full Post »

Eu acho curioso como alguns dos conceitos considerados mais “nobres” pelos seres humanos vão totalmente de encontro com a própria natureza da existência. Ideais almejados por todos que, se fossem alcançados, resultariam na total aniquilação de nossa raça, e por isso mesmo são inalcançáveis. Acredito que o mais contraditório desses ideais seja o desejo pela paz.

(mais…)

Read Full Post »

Cega, Surda e Iludida

Neste post falei de um dos conceitos criados pelos seres humanos relacionado à nossa natureza de animais sociais: a moralidade. E, talvez tão primitivo e ancestral quando a moral, ou talvez surgido com base nela, a justiça é outro conceito que acompanha a humanidade desde seus primórdios e é uma das bases de nossa sociedade. (mais…)

Read Full Post »

A passagem de ano é sempre uma época de desejos e promessas. As pessoas fazem suas resoluções de Ano Novo, e ouvimos o tempo todo votos de saúde e paz. Mas sabemos que esses desejos e promessas são em vão; a maioria das resoluções não será cumprida, ficaremos doentes e enfrentaremos conflitos, provavelmente diversas vezes, ao longo do ano. Mesmo assim, insistimos em proferir palavras que sabemos não ter efeito algum além do de expressar nosso apreço pela pessoa a qual o cumprimento é direcionado, o que poderia ser alcançado utilizando-se outras palavras menos vazias. No final, somos motivados por um sentimento que, hoje em dia, é considerado uma virtude, principalmente por conta da doutrinação judaico-cristã, mas que já foi qualificado como o pior de todos os males: a esperança. (mais…)

Read Full Post »

42

A seleção natural não é um processo perfeito. Algumas características que, por conferirem certa vantagem, são preservadas em uma espécie, muitas vezes trazem alguma desvantagem de menor impacto consigo. Um exemplo, dado por Richard Dawkins no livro “Deus, um Delírio”, é a mariposa, que usa raios de luz para se guiar durante o vôo. Em um ambiente natural, as únicas fontes de luz são a lua e o sol, que devido sua posição em relação à terra, emitem raios de luz paralelamente. Mas quando há uma fogueira, os raios de luz emitidos não são paralelos, o que confunde o senso de navegação das mariposas e elas acabam voando em direção ao fogo. (mais…)

Read Full Post »

No post anterior, coloquei um vídeo do George Carlin falando sobre políticos. É de um show feito em 1996, dirigido para uma audiência americana e, portanto, abordando a situação americana daquele momento. O curioso é notar como tudo o que foi dito se aplica exatamente à nossa política atual. Políticos não vêm de outra dimensão, nem brotam de fendas saídas do inferno; políticos são brasileiros, são pessoas como todas as outras que compõem nossa sociedade. (mais…)

Read Full Post »

O processo eleitoral no Brasil sempre foi uma farsa, criada para dar a ilusão de escolha ao povo. Durante o período do regime militar, eram freqüentes as manifestações revoltosas frente a um sistema autoritário e repressor, mesmo que as condições de vidas fossem aceitáveis (só não digo que eram melhores do que agora porque não vivi naquela época e, mesmo que tivesse vivido, é complicado comparar épocas diferentes). (mais…)

Read Full Post »

Older Posts »